Dollar R$ 5,41 Euro R$ 5,80
Dollar R$ 5,41 Euro R$ 5,80

Cidades Domingo, 23 de Janeiro de 2022, 07:20 - A | A

Domingo, 23 de Janeiro de 2022, 07h:20 - A | A

AMOR AOS PETS

Animais de rua são salvos e ganham lares de amor e carinho; veja histórias

Igor Guilherme

Repórter | Estadão Mato Grosso

É bem difícil andar por uma cidade, grande ou pequena, e não se deparar com um bichinho. Cães e gatos estão por aí, andando por muros, deitados em esquinas e observando os humanos, na correria do dia a dia.

O Estadão Mato Grosso entrevistou três pessoas completamente diferentes, mas que em algum momento da vida salvaram e protegeram animais que estavam à mercê da crueldade nas ruas. São as histórias de Leandro Canhete, Karisia Goda Cardoso Pastor Andrade e Rafael dos Santos Rodrigues.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Arquivo pessoal

Animais

 

Um presente chamado bolinha

Leandro Canhete e sua irmã, Lizandra Gabriely, estavam há 5 anos em uma feira próximo ao terminal André Maggi, em Várzea Grande, quando encontraram, ali em meio ao aglomerado de barracas e pessoas, um pequeno filhote vira-lata. Ele estava abandonado em uma caixa e os irmãos, que tinham apenas 14 anos na época, não pensaram duas vezes e o levaram embora para sua casa.

Para a felicidade deles, o cachorro foi acolhido pela família e passou a se chamar “Bolinha”. Cinco anos se passaram e, segundo Leandro, “Bolinha se tornou um cachorro de poucos amigos, mas muito amado por todos da família.”

 

 

 

Amigo dos animais

Os animais possuem outro amigo entre os humanos e esse já foi responsável por salvar muitas vidas de pets. Rafael, de 31 anos, já chegou a adotar 15 cachorros que estavam em abandonados na rua e os ajudou a encontrar novos lares.

À redação, ele conta a história de Frida, que sofreu nas mãos de um humano cruel. Não satisfeito em abandonar o bichinho, o homem a jogou para fora de um carro em movimento e acabou sendo atropelada. Frida chegou às mãos de Rafael surda e cega, mas encontrando um lar ao lado do novo dono. Frida sobreviveu ao atropelamento e a um câncer, mas acabou falecendo um ano depois, rodeada de amor, carinho e cuidados.

Rafael não parou de resgatar animais e hoje possuí dois cachorrinhos, ''Belinha'' e ''Batatinha''.

Prestando serviço a comunidade dos pets.

A servidora pública Karisia, a última personagem desta reportagem, tem 49 anos e contou que sempre ajudou os animais por onde passou. Paulista de nascença, mas mato-grossense de coração, ela trabalhou em Organizações Não Governamentais (ONGs) de cuidado aos animais nos municípios de Barra do Bugres, Cáceres e Cuiabá, onde atualmente presta auxílio na Associação Matogrossense Protetora dos Animais (APAM).

O trabalho de Karisia ajuda a sanar o problema de população de animais de rua, uma das consequências da urbanização.

Segundo um cálculo feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para cada cinco habitantes, existe um animal doméstico. De acordo com o último Censo, feito pelo Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cuiabá possui uma população de 618.124 habitantes.

O cálculo aponta que, com essa população, Cuiabá possui cerca de 123 mil animais, dos quais 10% seriam abandonados, mais de 12 mil ao todo.

Karisia relembrou o caso do cachorro Victor, arremessado do viaduto Walter Rabello, no Tijucal em 2019, e contou como foi a experiência de lidar com essa situação.

Reprodução

Cachorro

 

A história começa com o cachorro chegando bem debilitado na APAM e passando por várias cirurgias, demorando a voltar a andar. Além das patas quebradas, Victor teve hemorragia interna.

O trabalho ficou ainda mais árduo, pois a cirurgia precisou ser custeada por doações. A servidora pública lembra que foi muito difícil manter Victor, por causa de sua vontade em brincar.

Mas a história teve um final feliz: Victor foi levado para viver em um lar, onde pôde brincar e ser feliz, longe da crueldade humana.

 

 

 

Estagiário sob supervisão do editor Tarley Carvalho.

search