Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,93
Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,93

Brasil Domingo, 15 de Novembro de 2020, 09:27 - A | A

Domingo, 15 de Novembro de 2020, 09h:27 - A | A

SEM ENERGIA

Macapá é a única capital estadual que não vai ter eleição neste domingo

Eleições em Macapá foram adiadas para dezembro por causa da falta de luz e de segurança. A companhia de eletricidade do estado afirmou que vai fornecer 100% da energia nos outros 12 municípios atingidos pelo apagão para garantir a votação deste domingo

G1

Neste domingo (15), Macapá vai ser a única das capitais estaduais a não ter eleição. Há 12 dias, a população sofre com problemas no fornecimento de energia. Nas outras 15 cidades do Amapá, a votação está mantida.

224.384 eleitores, 44% do total do estado, estão aptos a irem às urnas neste domingo (15). As eleições em Macapá foram adiadas para dezembro por causa da falta de luz e de segurança. A companhia de eletricidade do estado afirmou que vai fornecer 100% da energia nos outros 12 municípios atingidos pelo apagão para garantir a votação deste domingo. Mas para isso, a distribuição em Macapá vai ser reduzida para 50%.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Em Santana, segundo maior município do estado, as escolas estão preparadas para receber os eleitores, e a segurança foi reforçada.

Os candidatos à prefeitura de Macapá assinaram uma petição entregue sábado à tarde ao TRE do Amapá pedindo uma revisão nas datas definidas para as eleições no Macapá. O TRE decidiu pelos dias 13 e 27 de dezembro. Na petição, os candidatos reivindicam a antecipação dessas datas para os dias 29 de novembro e 13 de dezembro.

A redução para 50% da energia destinada a Macapá gera ainda mais preocupação para quem já sofre há 12 dias com problemas de abastecimento.

A empresa LMTE, linhas de Macapá transmissora de energia, está trazendo um transformador desmontado do sul do estado para a subestação que pegou fogo em Macapá. O equipamento deve começar a ser montado no começo da semana que vem. O trabalho deve durar mais 12 dias. Quando o transformador estiver pronto para funcionar, a subestação vai voltar a ter a capacidade que tinha antes do incêndio.

Em outra frente, a Eletronorte está montando usinas térmicas de geração em duas subestações de Macapá e Santana para ajudar a restabelecer a energia no estado. A previsão é que os equipamentos devam entrar em operação até quarta-feira.

Na segunda-feira, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que o problema estaria 100% resolvido até no máximo esta sexta (13). Neste sábado (14), o ministério ressaltou a complexidade da operação. Declarou que está fazendo todos os esforços para recompor o fornecimento de energia elétrica para todos os consumidores do Amapá, o mais rápido possível.

Afirmou ainda que unidades geradores devem chegar ao estado até segunda-feira (16) e que as usinas devem começar a funcionar ao longo da próxima semana. O Palácio do Planalto não comentou.

search