Dollar R$ 5,40 Euro R$ 5,79
Dollar R$ 5,40 Euro R$ 5,79

Boca Miúda Terça-feira, 23 de Novembro de 2021, 15:18 - A | A

Terça-feira, 23 de Novembro de 2021, 15h:18 - A | A

MP ANSIOSO

MP confunde homenagem com pedido de emprego para Emanuel

O Ministério Público de Mato Grosso (MP-MT), tem agido de forma celere nos relatórios e denúncias contra o prefeito afastado Emanuel Pinheiro (MDB), porém, essa ânsia de se fazer 'justiça', o órgão tem cometido alguns deslizes, entre esses, confundir uma homenagem, com pedido de emprego.

Em um dos autos do MP para adiar o julgamento do recurso impetrado pela defesa de Emanuel, o vereador Mário Nadaf (PV), que é líder do prefeito na Câmara Municipal de Cuiabá, aparece como um dos vereadores que faz pedido ao prefeito para nomeação de um amigo para um cargo comissionado no município.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

A defesa de Emanuel considerou tal ato como ilação, ao confundir um pedido de homenagem com pleito de emprego. 

"Na oportunidade sirvo do presente para solicitar a afixação de um quadro com uma foto do senhor Odare Vaz Curvo, na galeria de ex-prefeitos de Cuiabá", diz parte do documento de Nadaf anexado pelo MP.

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

O vereador se pronunciou nesta terça-feira (23) e explicou o que de fato pediu no documento.

"Veja bem, nem tudo parece o que é. Eu sou um dos vereadores citados como, não sei... Eu queria fazer justiça ao vice-prefeito do então prefeito Garcia Neto, lá pelos idos de 1950. Garcia Neto prefeito, vice o tocador de rasqueado e ex-vereador dessa Casa, Odare Vaz Curvo, que assumiu por 29 dias o exercício da Prefeitura do nosso município. E a família, que tem juízes, tem defensores e músicos, me reivindicou a fixação de sua foto na galera de ex-prefeitos de Cuiabá. Só quero dizer que Odare não é um pedido de emprego, é uma justa retribuição àquele que governou 29 dias na década de 50 a nossa cidade", cita Nadaf.

Documento

 

 

search