Dollar R$ 5,12 Euro R$ 5,56
Dollar R$ 5,12 Euro R$ 5,56

Agronegócio Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2022, 12:19 - A | A

Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2022, 12h:19 - A | A

DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO

Mercado nacional ganha registro de biofungicida multissítio para diversas culturas

Produto faz parte da linha Bio Solutions da De Sangosse e oferece amplo espectro de controle para doenças foliares, auxiliando no manejo de resistência nas lavouras e proporcionando ganhos de até 3,2 sacas a mais na soja por hectare

Assessoria de Imprensa

O aumento da incidência e da severidade das doenças foliares nas diversas culturas agrícolas são um dos grandes desafios na produção de alimentos. Por esse motivo, a busca por ferramentas que contribuam para minimizar os danos causados por fungos e patógenos é constante no agronegócio.

O setor está atento ao desenvolvimento e a oferta de soluções mais sustentáveis e que promovam, em associação ao que já existe, o bom estabelecimento e desenvolvimento dos cultivos. A subsidiária brasileira do grupo francês De Sangosse, buscando suprir essa necessidade, inova ao registrar, no mercado nacional, o produto Restrict®, biofungicida multissítio para o controle de doenças foliares em mais de 20 culturas.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

A biossolução Restrict® traz a associação exclusiva de duas bactérias, Bacillus amyloliquefaciens cepa CPQBA 040-11DRM 01 e Bacillus amyloliquefaciens cepa CPQBA 040-11DRM 04. É uma composição que gera múltiplos mecanismos de ação para a resistência da planta aos patógenos, conforme explica Flávio Matarazzo, diretor de Desenvolvimento da De Sangosse. “De forma direta, o produto atua sobre fungos e bactérias, através de competição por espaço e nutrientes, antibiose e antagonismo, e de forma indireta, estimulando a resistência natural das plantas e o crescimento”, pontua.

O amplo espectro de controle do Restrict® inclui as seguintes doenças foliares: Colletotrichum lindemuthianum (Antracnose), Colletotrichum truncatum (Antracnose), Corynespora cassiicola (Mancha alvo), Phaeosphaeria maydis (Mancha foliar de phaoeosphaeria) e Ramularia areola (Ramulária). As culturas atendidas pelo produto são soja, feijão, algodão, milho, cana-de-açúcar, citros, café, tomate envarado, tomate rasteiro, batata, hortaliças brássicas, alho, cebola, cenoura, morango, pimentão e beterraba.

Diferenciais

Com relação aos produtos biológicos indicados para o manejo de controle das doenças foliares, a nova biossolução traz diversos diferenciais, que vão desde sua composição ao seu modo de ação. “Além do mix de bactérias que possui capacidade de produzir biofilmes para a proteção da planta, enquanto a maioria possui apenas um microrganismo, a alta concentração de ingredientes ativos em sua formulação líquida, traz uma grande carga de metabólitos e alta agressividade das duas cepas”, explica o diretor.

Em contraponto aos produtos químicos indicados para o manejo das mesmas doenças, além da eficiência comprovada de controle, a formulação do Restrict® oferece facilidades operacionais. “Tem alta compatibilidade com outros produtos, ou seja, com diversas faixas de pH de calda de inseticidas, herbicidas e fungicidas, por exemplo. E não exige armazenamento refrigerado”, destaca o profissional.

Ação multissítio

O efeito multissítio do Restrict® se dá através dos diferentes metabólitos produzidos na multiplicação das bactérias. São elas: Surfactina, Marihysina, Heptamycina, Nobilamida, que vão atuar em diversas estruturas da célula fúngica, como na respiração, síntese de proteína e parede celular. “Essa ação múltipla e simultânea de mecanismos em diferentes locais e processos na célula fúngica propiciam o bom controle dos patógenos com baixo risco para criação de resistência”, reforça Matarazzo.

Resultados de produtividade

O Restrict® obteve incremento de produtividade em várias culturas, com relação aos fungicidas químicos aplicados para o controle de antracnoses e manchas foliares. Na cultura da soja, o ganho foi de 3,2 sacas por hectare (sc/ha), em milho 4,4 sc/ha, na comparação no feijão obteve 1,5 sc/ha de incremento e, na cultura do algodão, 1,5 sc/ha.

Para o diretor de desenvolvimento da De Sangosse, além do ganho em produtividade, os produtores devem observar os conceitos de sustentabilidade da solução biológica. “Tem baixo impacto ambiental e maior segurança para a manipulação do produto em campo”, completa.

O Restrict® possui efeito fitotônico, de crescimento da planta, tem carência zero e em culturas frutíferas o produto não deixa resíduos nos frutos.

Observação importante

O profissional ressalta que na maioria dos casos é importante que o Restrict® seja aplicado junto com os fungicidas de sítio específico, pois a solução entrará no manejo como fungicida protetor, da mesma forma que os protetores químicos. “É também de extrema importância uma boa tecnologia de aplicação para que o produto seja bem distribuído na lavoura, e evitar a aplicação junto com bactericidas, que afetam as bactérias do produto”, finaliza.

search